Ação surgida em 2020, dentro da programação do Dia Internacional de Combate à LGBTfobia (17 de maio), o “Tomada LBT” terá sua quarta edição no próximo dia 30 de setembro, às 20h, com transmissão pelo YouTube do Theatro José de Alencar (TJA), equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar (IDM). Com curadoria/apresentação de Honório Félix e Noá Bonoba, o podcast visual terá Muriel Cruz Phelipe como convidada. 

Multiartista da Sabiaguaba, os trabalhos de Muriel passam por várias linguagens, como fotografia na página @mumutagem, onde realiza montagens em layout, pintura, cinema (atuando e fotografando) e música – esta última tem sido a arte mais presente em sua vida. Seus últimos lançamentos foram o single “Formatei-me”, o feat “Vai da bom”, em parceria com @emciomar, e “Iguais”, de Assun, com participação de Luiza Nobel e Arthur Espíndola.


No centro das temáticas do projeto, o debate sobre a poética do(a) artista convidado(a), assim como outros nomes que permeiam suas respectivas pesquisas, e um passeio pelo que cada um(a) está construindo a partir disso – seja na cena da Cidade, do País e do mundo; para tal, uma das características do “Tomada LBT” é seu caráter mais descontraído que flerta com o universo das revistas, com várias possibilidades de quadros e temáticas. 

Curadoria/apresentação

Honório Félix é artista-investigador de teatro e dança com atuação transversal em diferentes linguagens. Formado pela quarta turma do Curso Técnico em Dança, da escola Porto Iracema das Artes, e formando da turma 2010.1 em Licenciatura em Teatro, do IFCE. Participa do coletivo “No barraco da Constância tem!” desde a sua criação, em 2012, da diretoria da Associação de Bailarinos, Coreógrafos e Professores de Dança do Ceará (Prodança), desde 2015, e da coordenação do Curso de Iniciação em Dança Contemporânea (CIDC), desde 2017.

Noá Bonoba é artista multilinguagem, curadora, Mestra em Artes no Programa de Pós-graduação em Artes da Universidade Federal do Ceará (UFC), e integrante da V Turma da Escola de Audiovisual da Vila das Artes. Atualmente tem se interessado por obras artísticas que utilizam o hibridismo entre linguagens como suporte político de um ativismo implicado nos debates acerca da redistribuição de acessos para existências dissidentes.

SERVIÇO

Tomada LBT – Quarto episódio convida Muriel Cruz Phelipe

Quando: 30 de setembro, às 20hTransmissão: canal do YouTube do Theatro José de Alencar (www.youtube.com/theatrojosedealencar)