Entre os dias 17 e 24/11, o Theatro José de Alencar realiza uma série de atividades virtuais alusivas ao Dia Nacional da Consciência Negra (20/11). O equipamento da Secretaria de Cultura do Ceará inicia sua programação com o tradicional Theatro de Portas Abertas, em mais uma versão virtual, no dia 17/11, a partir das 19h, no Youtube. 

A roda de conversa sobre o fazer artístico da mulher negra abre a programação da terça-feira (17/11). O “Percurso das Pretas – Roda de Conversa” irá debater cenas dos trabalhos audiovisuais das atrizes negras Ana Marlene, fundadora da Trupe ‘Caba de Chegar de Teatro, Katiana Monteiro, atriz e dramaturga, e Mara Raquel, artista e estudante de Licenciatura em Teatro no IFCE. Na mediação, Yasmin Elica, atriz pesquisadora, diretora de cena e produtora cultural, licenciada em Teatro pelo IFCE, atualmente se dedica a pós graduação em história e cultura afro-brasileira. 

Após o debate, Luiza Nobel apresenta o projeto “Preta Punk”. O trabalho traz uma construção dramatúrgica das vivências e urgências da artista, relacionadas a aceitação do corpo, relações amorosas e suas reflexões enquanto mulher preta. Finalizando, o TJA fará uma homenagem ao Wellington Rodrigues, ator, diretor, dramaturgo, escritor e produtor da Cia. Teatral Moreira Campos que faleceu em agosto.

Já nos dias 20 e 21, o TJA realiza a oficina “Aterrissando a nave Afrofuturista no Ceará”. Selecionada na Convocatória do Arte em Rede, a oficina propõe desenvolver momentos voltadas à difusão/criação literária com base nas linhas de narrativa que se cruzam nas recordações familiares, causos e na cultura popular, retrabalhados como escrita a partir da perspectiva afrofuturista.  A oficina será ministrada por Kinaya Black e os convidados Alan Avelino e Samuel Maciel e as aulas acontecem das 14h às 17h, através da plataforma Google Meet. As inscrições são gratuitas e os interessados podem acessar o formulário através do link encurtador.com.br/crSTU

> Todo Camburão Tem Um Pouco De Navio Negreiro”, Grupo Nóis de Teatro

Encerrando a programação alusiva ao Dia da Consciência Negra, o TJA apresenta a Live Performance “Todo Camburão Tem Um Pouco De Navio Negreiro”, do Grupo Nóis de Teatro. No dia 24/11, o grupo fará uma série de performances do espetáculo com intuito de gerar, além de entretenimento nestes períodos sombrios de pandemia, gerar também uma oportunidade de debates e diálogos sobre as temáticas levantadas em seu espetáculo. A atividade acontece nas redes sociais do TJA, às 19h.

> Serviço

> Dia 17/10 – Terça-Feira
Theatro de Portas Abertas Virtual 

19h – [Gestão] Percurso das Pretas – Roda de Conversa com Ana Marlene, Katiana Monteiro e Mara Raquel. Mediação: Yasmin Elica

20h – [Música] Arte em Rede – Exibição do projeto “Preta Punk”, de Luiza Nobel

20h30 – Homenagem a Wellington Rodrigues

Youtube do Theatro José de Alencar (/theatrojosedealencar)

> Dia 20 e 21/11 – Sexta-feira e Sábado 

14h às 17h – [Formação] Arte em Rede – Oficina “Aterrissando a nave Afrofuturista no Ceará”, ministrante: Kinaya Black / Convidados: Alan Avelino e Samuel Maciel 

Instagram (tja.theatrojosedealencar/), Facebook (theatrojosedealencar) e  Youtube do Theatro José de Alencar (/theatrojosedealencar)

> De 24/11 – Terça-feira

19h – [Teatro] Arte em Rede – Live Performance “Todo Camburão Tem Um Pouco De Navio Negreiro”, Grupo Nóis de Teatro 

Instagram (tja.theatrojosedealencar/), Facebook (theatrojosedealencar) e  Youtube do Theatro José de Alencar (/theatrojosedealencar)