O Theatro José de Alencar (TJA), equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), gerido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), recebe no período de 13 a 17 de dezembro, das 17h às 20h, o “Teatro Manifesto: Na periferia não seremos gritos calados”, de Victor Jesus. A atividade terá como suporte a plataforma Google Meetj), sendo o projeto formativo um dos selecionados pelo Arte em Rede 2021.

O projeto “Teatro Manifesto: Na periferia não seremos gritos calados” propõe realizar oficinas teatrais a partir das concepções dramatúrgicas, métodos, exercícios e jogos do autor, ator e dramaturgo Augusto Boal e seu Teatro do Oprimido, na tentativa de conhecer, analisar e refletir questões importantes da sociedade contemporânea. 

Dentre os objetivos, estão o estudo do Teatro do Oprimido enquanto vivência educativa e crítica, fundamentada numa perspectiva de emancipação social e política, com metodologia de reflexão das relações de opressão e das possibilidades de superação destas relações, bem como a análise dos fundamentos pedagógicos do método estético do Teatro do Oprimido como desmecanização física e intelectual. 

Durante o período, os/as participantes experimentarão exercício e jogos de corpo, voz, memorização, percepção corporal e dramaturgia na cena contemporânea. Victor Jesus, assim, procurará estimular a discussão e a problematização de questões do cotidiano, fornecendo uma maior reflexão das relações de poder, através da exploração de histórias entre opressores e oprimidos. 

Desse modo, as oficinas propostas no Arte em Rede serão tituladas da seguinte forma: 1ª – Oprimidos e Opressores da Sociedade Atual; 2ª – Augusto Boal e Teatro do Oprimido; 3ª – Teatro e Resistência Política; 4ª – As Técnicas e os Jogos do Teatro do Oprimido; e 5ª – Gritos Periféricos: Todes Somos Humanos. 

Sobre o ministrante

Foto: Divulgação

Victor Jesus é dançarino, ator, coreógrafo, produtor cultural, presidente-executivo do Fórum Cultural de Trairi e representante da Categoria de Dança no Conselho Municipal de Políticas Culturais de Trairi-Ce, além de vice-presidente da Associação de Dança Arreios (ADAT). É diretor artístico do Grupo de Teatro Caiçaras e da Canaan Cia de Dança, membro do Comitê Executivo da Lei Aldir Blanc no Município de Trairi-CE, especialista em Educação Física Escolar, Gestão e Coordenação Pedagógica. Atualmente é professor na E.E.E.P José Ribeiro Damasceno, em Trairi-CE, atuando nas disciplinas de Educação Física, Meditação e Arte Educação, sendo neste espaço que vem desenvolvendo um trabalho direcionado à Dança Afro-Contemporânea e Teatro do Oprimido.

O Arte em Rede – Convocatória para Seleção de Projetos Artísticos Digitais 2021/2022 é apresentado pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura do Ceará. É uma realização em rede pelos equipamentos da Secult Ceará, geridos em parceria com o Instituto Dragão do Mar (IDM).

SERVIÇO

“Teatro Manifesto – Na periferia não seremos gritos calados”, com Victor Jesus

Quando: de 13 a 17 de dezembro, das 17h às 20h

Onde: plataforma Google Meet