Contabilizando 34 anos de dedicação e amor ao Theatro José de Alencar, Dona Ana Camurça, 80, a partir de hoje, 17 de agosto, terá seu nome batizando oficialmente a nossa bilheteria. A nomeação/homenagem casa-se com a programação gratuita do tradicional projeto “Theatro de Portas Abertas”.

Moradora do Centro de Fortaleza, Ana Maria Moreira Camurça começou a frequentar o TJA muito cedo. Ainda criança, sua presença na plateia das peças do Projeto Pixinguinha era sempre garantida; essas primeiras impressões e experiências que teve do Theatro, continuam em sua memória até hoje.

Dona Ana iniciou suas atividades na casa no ano de 1976, aos 35 anos de idade, à convite do diretor do equipamento à época, Haroldo Serra. Sua primeira função foi como bibliotecária, que durou 14 anos, sendo responsável pela organização e manutenção dos livros.

Após a reforma do teatro nos anos 1990, Dona Ana passou a trabalhar no atendimento ao público na bilheteria, onde permaneceu até o ano de sua despedida, em 2011, após sua aposentadoria.

A nomeação da “Bilheteria Ana Camurça” integra as ações do TJA que, desde o seu aniversário de 110 anos, em 2020, procura intensificar, atualizar e registrar a memória da cena cultural cearense, a partir de personalidades de diversas gerações.

Apostando no conceito de tridimensionalidade, que une lugar de trabalho, criação e memória, o TJA já homenageou, de lá para cá, nomes como Violeta Arraes (Sala de Patrimônio), Elzenir Colares (Palco do Jardim Burle Marx), Cláudia Leitão (Sala de Economia Criativa), Gasparina Germano (Sala de Cidadania Cultural) e, mais recentemente, Dami Cruz (Camarim).