Inaugurado em 17 de junho de 1910, o Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), completa 109 anos em 2019. Um dos raros exemplares de arquitetura nacional de teatro jardim, tombado pelo IPHAN como Patrimônio Histórico Nacional em 1964, é uma referência artística e turística nacional, e desempenha importantes papéis na vida cultural cearense. 

Como parte das comemorações dos 109 anos, o Theatro José de Alencar recebe o aclamado e atuante grupo paulista Lume Teatro. Na programação um workshop, uma demonstração técnica e três espetáculos durante os dias 26 de junho a 01 de julho. As atividades contam com a parceria da Fac- Festival das Artes Cênicas e produção da Ato Marketing Cultural.

Dia 28/6 o solo de Ana Cristina Colla, “SerEstando mulheres” às 20h, na Sala de Teatro Nadir Papi Saboya. No sábado, 29/6, o solo “Dissolva-se-me” de Renato Ferracini, às 19h, também na Sala de Teatro. Dia 30/6, o palco principal recebe o aclamado trabalho “Café com Queijo” às 19h. Em todas as apresentações as entradas são gratuitas e limitadas, mediante a retirada de ficha, que serão distribuídas 1h antes do início de cada espetáculo. A classificação indicativa dos espetáculos é 12 anos. 

Já o workshop “A presença do ator” com Carlos Simioni, acontece de 26 a 28 de junho. Os interessados submeteram a uma inscrição online aberta de 08 a 14 de junho e o resultado será divulgado pelo TJA. O processo de seleção será feito pelo grupo Lume Teatro. No dia 01/7, acontece a demonstração técnica “Prisão para liberdade”, com Carlos Simioni, às 19h, na Sala de Teatro Nadir Papi Saboya. A entrada é limitada e serão distribuídas senhas de acessos 1h antes do início da atividade. 

E mais… 

O Theatro José de Alencar constantemente realiza atividades complementares ao Curso Princípios Básicos de Teatro – CPBT. Neste sentido, os alunos de todas as turmas do CPBT se reúnem com o ator Carlos Simioni no dia 26/6, quarta-feira, para uma roda de conversa sobre os processos criativos do grupo Lume Teatro. A atividade é restrita ao alunos. 

Serviço:

Dia 28/06 – Sexta-feira
Espetáculo “SerEstando mulheres”, solo de Ana Cristina Colla
Horário: 20h
Local: Sala de Teatro Nadir Pápi Saboya
Entrada: gratuita (lugares limitados – 70 lugares. Distribuição 1h antes do espetáculo.)
Classificação indicativa: 12 anos
Em sua busca por ser-estar na cena, a atriz Ana Cristina Colla, ao longo de seus 20 anos de pesquisa junto ao Lume, visitou pessoas, cidades, mestres, recantos. Entre encontros e confrontos, foi depurando seu fazer teatral, passando pela mímesis das corporeidades, a dança pessoal, visitando o butoh, como portas para a própria singularidade. “SerEstando Mulheres” é uma história “dançada” pela atriz, sobre si mesma e sobre outras mulheres. Uma colcha de retalhos, pedaços conhecidos e sempre ressignificados, espalhados por diversos espetáculos. A matéria que o compõe surge de momentos distintos do seu caminhar de atriz e mulher no Lume Teatro. Um encontro forte e delicado com o feminino, onde a atriz narra através das imagens que cria e corporifica, seu saber impresso no corpo.

Dia 29/06 – Sábado
Espetáculo “Dissolva-se-me”, solo de Renato Ferracini
Horário: 19h
Local: Sala de Teatro Nadir Pápi Saboya
Entrada: gratuita (lugares limitados – 40 lugares. Distribuição 1h antes do espetáculo)
Classificação indicativa: 12 anos 
Duração: 60 minutos
A esquizofrenia (CID 10 F 20) é o ponto de partida para o solo de teatro-dança- performance do ator Renato Ferracini com direção e composição do coreógrafo Luis Ferron. Resultado de uma parceria inédita entre o ator e o coreógrafo, o trabalho é composto de movimentos cadenciados intercalados pelo texto e o tempo – não necessariamente nesta ordem – e propõe um jogo de poesia e criatividade entre o artista, o público e o momento presente. “Nem poesia, nem espetáculo, dança ou performance – ou tudo junto: uma ode aos 0,01% de inventividade deformada feito Francis Bacon e alicerçada pelos atlantas, ou o que dá no mesmo, pelos inexistentes, tipo assim…Deus. Simples. Não há lógica, assim como na vida organizada”, comenta Renato Ferracini.

Dia 30/06 – Domingo
Espetáculo “Café com Queijo”
Horário: 19h
Local: Palco Principal
Entrada: gratuita (lugares limitados- 80 lugares. Distribuição 1h antes do espetáculo. )
Classificação indicativa: 12 anos 
Duração: 100 minutos
Conversas e histórias, entremeadas por canções e versos, compartilham com o público as vozes e vidas encontradas pelos atores em suas andanças pelo Brasil.  No aconchego de uma colcha de retalhos, fala-se um pouco de tudo: de curas para males de saúde e do coração, das artes da conquista, de comida, festa, morte, trabalho, solidão, aculturação. Neste espetáculo delicado, tudo tem cheiro e sabor, e não apenas de café com queijo ralado – bebida típica oferecida aos atores no interior de Tocantins. Criado em 1999, o espetáculo já se apresentou em diversas cidades do Brasil, tendo participado dos principais festivais nacionais de teatro e nas cidades de Lisboa, Évora e Santo André, em Portugal.

Dia 01/07 – Segunda-feira
Demonstração técnica “Prisão para a liberdade”, com Carlos Simioni
Horário: 19h
Local: Sala de Teatro Nadir Pápi Saboya
Entrada: gratuita (lugares limitados – 80 lugares. Distribuição 1h antes do início.) 
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 90 minutos
O ator Carlos Simioni aborda a própria trajetória junto do Lume e revela que a técnica pode ser tanto uma prisão quanto um trampolim para o ator. Em sua demonstração técnica, Carlos Simioni fala sobre o percurso desde a fundação do Lume, em 1985, seu encontro com os mestres de teatro, as técnicas desenvolvidas junto do grupo, como o treinamento físico cotidiano, a construção de técnicas de expansão e dilatação do corpo no espaço e no tempo, técnicas de manipulação de diferentes qualidades de energias e sua distribuição no espaço, além do treinamento vocal e para a elaboração de personagens e construção de cenas.

Funcionamento Bilheteria do TJA
de terça a sexta-feira – 14h às 18h – sábados e domingos – 14h às 19h.

Informações: 85 3101-2583