No Dia Nacional do Patrimônio Histórico, o Theatro José de Alencar realiza uma programação em alusão, em formato virtual, no programa “Theatro de Portas Abertas”. Marcada para o dia 17/8 (segunda-feira), a atividade acontece no Youtube do equipamento da Secretaria de Cultura do Ceará a partir das 17h. 

A programação foi construída com projetos selecionados nos editais: Arte em Rede e Dendicasa, contará também com um bate-papo com Kadu Lopes, Vanildo Franco e apresentação de Juliana Veras. Confira programação:

> Theatro de Portas Abertas – Dia Nacional do Patrimônio Histórico

Onde: https://www.youtube.com/theatrojosedealencar  

17h: [Arte em Rede] “Música e brinquedo popular nos recicla e faz voar”, de Kadu Lopes (Pacatuba – CE). Cult. popular | 17 minutos
17h30: Bate-papo com a atriz Juliana Veras e o músico Kadu Lopes
17h40: Alênio Carlos, Coordenador de Patrimônio Histórico Cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará fala sobre o Dia Nacional do Patrimônio Histórico
17h45: [DendiCasa] “Aboios, prosas e memórias”, com Mestre Dina Martins (Canindé-CE). Cult. popular | 17 minutos
18h [Arte em Rede] “O Universo sonoro das bandas cabaçais”, de Vanildo Franco (Guaramiranga – CE). Música | 40 minutos
18h40: Bate-papo com a atriz Juliana Veras e o músico Vanildo Franco

> Editais Arte em Rede e Dendicasa

O Arte em Rede é parte do Programa “Cultura em Rede”, previsto no Planejamento Estratégico da Secult, com o intuito de articular, integrar e potencializar os equipamentos culturais do Estado. A convocatória selecionou projetos artísticos digitais, que objetiva complementar a programação da Casa de Saberes Cego Aderaldo, do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, do Cineteatro São Luiz, do Porto Dragão e do  Theatro José de Alencar, de agosto a dezembro de 2020. Já o “Edital Cultura Dendicasa: Arte de Casa Para o Mundo”, lançado no fim de março pelo Governo do Ceará, através da Secult, teve o objetivo de promover e movimentar a economia artística, criativa e cultural do Estado, no contexto de emergência de enfrentamento ao coronavírus, incentivando a sustentabilidade de artistas, grupos, coletivos, companhias e demais profissionais e empreendimentos culturais do Ceará.